Grupos Maristas do RS

Brilha onde estiver

Mística da PJM,

Solidariedade. Esperança. Sentido. Amor. Paz. Vida. Imagine a integração de todas essas palavras e reflita: onde encontras a alegria de viver? Sentes a vibração que toca o coração ao falar sobre essa mística que nos acompanha? É como se nos alimentássemos disso diariamente. 

Compreenda-me como um vaso cheio, transbordando o que há em mim, molhando pés, pernas e braços... o corpo inteiro. Inundo corações que se enchem com a minha essência. Me renovo! Me renovam! Acordo nova! Forte, alegre e cheia de paixão! 
 
Semeia comigo a liberdade em cada coração. Caminhemos juntos para, assim, construirmos esse caminho. Eis o meu mistério. Aliás, todas as coisas são mistérios. Um encontro surpresa. Aquela emoção ao te ver. Não me peça qualquer explicação, eu não posso dizer. Isso vive em você. É como sentir. Humm... sentir-me? É preciso estar capaz e atento para sentir-me.
 
Sou sentida em momentos e lugares diferentes que reforçam minha existência e me fazem aflorar, contanto que eu viva e seja sentida nos corações daqueles que se permitem tocar por mim. Quando falam de mim, falam de vibração, alegria, energia e amor. Eu sou a mística da Pastoral Juvenil Marista. 
 
Um lugar tem mística quando damos sentido a ele, fazendo-o um lugar especial. Um lugar se torna místico ao ser abrigo, ao ter espírito acolhedor. Lembre os lugares e momentos que te transmitem esse sentimento: tua casa, teu trabalho, teus momentos em família, com amigos. Tudo é parte de tua mística. 
 
Para mim, Belém é um local místico, pois se fez hospedagem à Maria e José à espera de Jesus. Ali, Deus confiou como berço de seu filho, o Messias. Belém, lugar onde nasceu um grande amigo que tenho, é símbolo de nossa acolhida e confiança, representando a manifestação da força do “sim” dado por Maria na anunciação. Em Belém nasceu uma estrela. Estrela que simboliza minha utopia e dá  sentido ao nosso espírito de busca... fala de novidade, de chamado, de esperança, de força, de luz e de intensidade. É um convite a pensar em o que quer para teu grupo. Qual o sentido de tua estrela? 
 
Vivenciem-me pela fé em grupo, na construção de tuas relações. Exerçam a acolhida e a confiança em si, no outro e em Deus. Percebe a riqueza da diferença, abraça-a. Celebrem o nascimento, o novo, o grupo que surge, o jovem que diz “sim” à caminhada.  Uma estrela em Belém apontou o caminho aos três Reis Magos, foi iluminação em seu percurso, se fez sinal. Jovem, seja essa estrela! Brilhe! Seja um testemunho vivo nesse caminho que revele a minha importância e necessidade em nosso mundo hoje. Seja luz! 
 
Autoria: PJM do Colégio Marista Ipanema
 
Sugestões de reflexão: 
Como é a tua estrela? 
Em grupo, reflita sobre a diferença de um brilho superficial e o tornar-se, de fato, luz no caminho com as juventudes e com meu grupo. 
 
Sugestão de música: Brilha onde estiver (O Teatro Mágico)
 
Não há de ser nada, pois sei que a madrugada acaba, quando a lua se põe
O abraço de vampiro é o sorriso de um amigo e mais nada
Não há de ser nada, pois sei que a madrugada acaba, quando a lua se põe
A estrela que eu escolhi não cumpriu com meu pedido e hoje não a encontrei
Pois caiu no mar, e se apagou
Se souber nadar, faça-me o favor
O milagre que esperei nunca me aconteceu
Quem sabe é só você
Pra trazer o que já é meu
(x2)
 
Brilha onde estiver
Faz da lágrima o sangue que nos deixa de pé (x2)