Grupos Maristas do RS

Lançada "Carta convite" para o EJM 2012, leia aqui

PJM,

Porto Alegre, 04 de julho de 2012.

Carta nº
009/2012 – Assessores/as! Animadores/as!

Ref.: Encontro de Jovens Maristas!

Caros Assessores/as! Caros Animadores/as,

É com enorme satisfação que o Colégio Marista Champagnat recebe o Encontro de Jovens Maristas (EJM) 2012, porém, não iremos fazê-lo sozinhos; vamos trilhar esse caminho juntos. Estamos nos esforçando ao máximo para que o encontro seja inesquecível para os jovens. Para isso, é necessário que, ao longo do ano, todos os locais e grupos estejam conectados, construindo o que será a celebração de toda uma caminhada.

Quando pensamos o tema, lembramos tudo o que constitui nossa essência como jovens Maristas. No final das contas, percebemos que estávamos discutindo sobre os reflexos da PJM na vida de cada um de nós. Então, nada melhor como tema do que: A PJM na vida do jovem! Com isso, estamos querendo trazer à tona todas as mudanças e a influência que a Pastoral Juvenil Marista faz com que o jovem sinta: o despertar para a inquietação e o inconformismo, para o descobrimento de si, do outro, da vida em comunidade e, a partir disso, da construção da civilização do amor.

Sabendo da relevância que a questão espiritual tem para a PJM e que, mesmo assim, está nas discussões locais e provinciais o fato de esta não ser priorizada. Escolhemos como lema uma passagem bíblica que tudo tem a ver conosco: “Vós sois o sal da terra. Mas se o sal perder o gosto, com que poderemos salgá-lo? (…) Vós sois a luz do mundo, uma cidade situada no alto de um monte não pode ficar escondida” Mateus 5, 13-14. Nossa intenção é propiciar uma maior vivência do protagonismo juvenil que nos caracteriza em suas mais variadas formas. Somos sal da terra, somos gosto, somos cor, somos vida! Além disso, somos luz do mundo evidente no brilho de nossos olhares, nas nossas ações, prova do sopro do Espírito Santo, instrumento do projeto de Deus que age através de nós no dia-a-dia.

Este não é um assunto para ser tratado em uma ou duas reuniões, mas sim um processo de vivência da fé que não se esgota com um EJM. Ou seja, propomos a ideia de que o tema seja trabalhado nos grupos ao longo do ano de acordo com a caminhada de cada um, respeitando sua trajetória e experiências vividas.

Estaremos ansiosos esperando por vocês! Afinal, trazemos corações conectados para sentir, para cantar e para viver essa vocação!

Ass.:

José Jair Ribeiro, Coordenador Provincial da PJM
e
Clamarta Pasuch, Assessora da PJM do Colégio Marista Champagnat.