Grupos Maristas do RS

Juventudes na Universidade: olhares e perspectivas

PJM,

Fonte: PUCRS  

Nesta segunda-feira, dia 23/03, no prédio 50 da PUCRS, aconteceu o lançamento do livro "Juventudes na Universidade, olhares e perspectivas" com gestores e professores facilitadores da pesquisa na PUCRS. A pesquisa, iniciada em 2012 pelo Observatório Juventudes coordenado pelo Centro de Pastoral e Solidariedade (CPS) em parceria com a Faculdade de Serviço Social, Faculdade de Educação e Coordenação de Pastoral da Rede Marista RS|DF|Amazônia visa identificar o perfil dos jovens universitários da PUCRS, abrangendo questões de identidade, tecnologia, mercado de trabalho, ética, sexualidade e religiosidade.


                                          Autores e co-autores do livro 

A partir deste levantamento, realizado através de pesquisa quantitativa e qualitativa, o estudo quer contribuir para o aprimoramento e ampliação de estudos referentes a temáticas relacionadas às juventudes, proporcionando subsídios para educadores, gestores de políticas públicas e pessoas envolvidas na ação evangelizadora e na garantia dos direitos humanos.

Maurício Perondi, pesquisador do Observatório, salientou a importância da escuta dos jovens e a necessidade de se considerar os seus anseios, opiniões e expressões. Afirmou a impossibilidade de se traçar um perfil único do jovem na nossa universidade por conta da diversidade existente, e manifestou a intenção de que os resultados desta pesquisa abranjam não só a nossa universidade, mas outras esferas sociais.

O Ir. Deivis Fischer, vice-provincial da Rede Marista, destacou que o Observatório Juventudes nasceu da inquietação de três irmãos maristas, que demonstravam sensibilidade e interesse em aprofunda a temática das juventudes na rede, visto que esta é uma opção fundamental do Instituto Marista. Hoje concretizado, soma-se a outros projetos, como o Comitê Juventudes.

O Ir. Evilázio Teixeira, vice-reitor da PUCRS, apontou outros aspectos: "Temos que encarar o jovem como um personagem temporal na vida acadêmica e que se diferencia em distintos aspectos: idade, carreira, contexto sociocultural, entre tantos. Devemos viver intensamente o ambiente universitário, participando e usufruindo ao máximo tudo o que ele oferece, como a biblioteca, o museu, a prática do voluntariado, etc. De nada adianta passar tantos anos na universidade e não ser feliz".

Para finalizar, o irmão Joaquim Clotet, reitor da universidade, concluiu que é uma grande satisfação ver realizada uma obra multidisciplinar, que pôde reunir diferentes unidades num mesmo projeto. Além disso, enfatizou a importância da obra para todos aqueles que querem conhecer as juventudes nos seus mais amplos aspectos.

O livro também está disponível na versão online: Ebook Juventudes na Universidade: olhares e perspectivas