Grupos Maristas do RS

Marcas que ficam

Quando algumas pessoas marcam a nossa vida, vamos recordando, a cada momento, seu jeito de ser, sua coragem, a maneira como amou e colocou em prática esse amor. Você tem pessoas que marcaram a sua vida e agora estão distantes? Você lembra as características que marcaram? Quais as características que mais marcam você?

Você já imaginou um menino, no interior da França, em tempo da Revolução Francesa, em que o medo e a insegurança haviam tomado conta? As escolas e o ensino estavam precários. A experiência do primeiro dia de aula, traumática… Depois, um convite: “Deus o quer”. Aliás, você já se fez essa pergunta: onde Deus o/a quer? Aonde você se sente chamado/a para investir sua vida? Onde você sente que o coração o leva, hoje?

Ao ir à busca de seu sonho e procurar responder concretamente àquilo que acreditava, o menino percebe a carência que havia na educação das crianças e jovens. Faltava quem se dedicasse a essa causa, especialmente nos povoados menores da França daquela época. Faltava quem buscasse viver os valores anunciados por Jesus Cristo e educasse as crianças e jovens nesses valores. Mas que resposta dar diante de tudo isso? Era tudo tão complicado…

Uma ideia: fundar uma congregação de religiosos que se dedicassem a educar as crianças e jovens! Mas quem iria querer isso? Ah, isso depende de quem se sente inspirado e chamado… E essa congregação iria levar o nome de Maria, para que ela fosse um caminho que leva ao seu Filho Jesus Cristo. Afinal, ela é Boa Mãe, e uma mãe boa faz de tudo para que os filhos não passem necessidade…
 
Mas tem tanta gente contra essa ideia: autoridades, pessoas que não acreditavam na religião, outros que pensavam que não ia adiantar levar adiante essa ideia… Mas Deus é surpreendente, não é mesmo? Inspirou o menino a ir adiante com sua ideia e continuou a inspirar muitos que vieram depois dele. E continua inspirando… Inspira a mim, inspira você… Essa ideia levada adiante hoje está em mais de 75 países, nos cinco continentes. E o menino serve de inspiração para quem acredita que vale a pena viver, vale a pena o projeto de Jesus Cristo, vale a pena doar-se para que muitos tenham vida feliz, pois acreditou que “é fazendo os outros felizes que encontramos nossa própria felicidade”. Você sabe de que menino estamos falando?

O menino, o jovem, o homem que acreditou no seu sonho, que passou por dificuldades e vitórias assim como nós. Hoje, vivo permanece, em olhares de amor, compaixão, simplicidade. Vivo permanece, quando lutamos, diariamente, por melhorias em nosso bairro ou em nosso Mundo, desde as pequenas gentilezas até os grandes projetos mais promissores. Este olhar está aqui.

E você, o que os seus olhos escolhem ver? Em celebração ao aniversário de São Marcelino Champagnat, no dia 20 de Maio, nós escolhemos olhar o seu exemplo.
http://www.youtube.com/watch?v=qjO5Urp9NJs